Loading...

Translate

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

PALAVRAS SOLTAS QUASE NUNCA DITAS

CAIXA PRETA
Pois é, adoraria começar meu blog usando um dom que tenho ( afinal de contas, todos temos um, o meu é escrever, as vezes chego a pensar que é o único), mas vai ficar para um dia de mais inspiração, afinal de contas é muito desconfortante descobrir que passamos a nossa vida apontando e criticando defeitos alheios como: "vejam ele é rancoroso!", "olha, ele guarda raiva!", as vezes até assumimos uma postura altamente "dono da verdade, é minha e de ninguém mais" e aconselhamos: "A raiva só faz mal para quem sente, esqueça isso, perdoe!". É, nos somos assim, na realidade, adoramos quando um amigo ou parente está fazendo uma clássica "m...", para imediatamente nos sentirmos mais virtuosos perante a situação, é, o ser humano é assim. Você não, certo? Está lendo agora e dizendo, absolutamente não sou assim! Tá certo...rs. Então proponho o seguinte, todo ser humano possui uma caixa preta, isso mesmo, exatamente isso, como nos aviões, uma "caixa preta", pois bem, nessa caixa preta geralmente guardamos aquilo quem nem nós mesmo queremos encarar, ver, assumir, lá está na minha opinião o "escuro" de todo ser HUMANO (deixemos desde já divindades fora disso, digo isso para evitar futuros debates com neuróticos religiosos), como dizia lá está o "podre", os palavrões, a famosa inveja "branca" daquele amigo que só se dá bem da vida enquanto você se f..., aquela pequena torcida para aquele ex que nos deu um pé na b..., para que ele quebre a cara e volte arrependido, afinal de contas quando tomamos um fora o que desejamos? Hein? Pois é isso, " A amizade continua! Quero que você seja muito feliz!", queremos nada! Onde é que na nossa infinita imperfeição humana, vamos querer que o homem de nossa vida logo após nos dispensar encontre uma linda mulher e seja feliz, onde? Sabem o que vamos querer? Que ele arranje uma bela mulher, e que ele descubra que ela tem mau hálito, seja péssima de cama, E tenha o Q.I. de uma ameba, e para que? Para que ele descubra que sente nossa falta, e que não viver sem a gente! Isso é maldade? Claro que não! É ser humano, e assumir que é isso que guardamos na nossa "caixa preta", desejos e imperfeições que temos vergonha de assumir e escondemos de nós mesmos. é aí que entra a história da mágoa, aquela que nunca assumimos que guardamos, é, sempre colocamos: eu perdoei, mas não consigo esquecer! Até que ponto isso é perdoar e não perdoar? Sim, porque podemos perfeitamente perdoar a pessoa que nos fez algo, e nos sentir tristes ao lembrarmos daquilo, ainda mais quando é alguém que amamos, já diz uma música: "porque um amigo eu perdoo" mas você eu amo". Essa música sempre traduziu perfeitamente meus dramas amorosos,rs. Porque será que quando amamos tanto, tanto, achamos que temos o direito de torturar essa pessoa com nossas inseguranças, mágoas, chatices, o que será que nos achamos que nos dá esse direito?
Aposto que não estão entendendo nada não é mesmo? Rs, mas não é para entender mesmo, não a parte que me diz respeito, isso é apenas coisas da cachola sendo conversadas em forma de postagens, mas a teoria da "caixa preta" essa é uma teoria que gostaria de deixar, essa vale a pena.





IMÃ
Não faz muito tempo eu começai a ler um livro, que inclusive me foi de muita ajuda, o nome do livro é "o segredo", livro inclusive muito comentado recentemente, me ajudou, assim como a atriz Rita Guedes a vencer a síndrome do pânico, mas isso deixemos para outrora, a questão, embora eu não tenha lido todo o conteúdo do livro, é que este abrange um assunto o qual sempre achei que fosse verdade, hoje em dia tenho certeza. e o seguinte: já repararam que somos uma espécie de imã? Isso mesmo, um imã, atraímos aquilo que somos, não aquilo que queremos, vou explicar, quando queremos muito uma coisa, às vezes esse coisa que queremos está na nossa "caixa preta", ou seja, não é algo lá muito correto, mas queremos e não temos coragem para admitir sequer para nós mesmo. Na minha opinião, que inclusive já deixou de ser uma teoria para se tornar um fato, que aquilo que queremos para nós e para os outros, o que costumamos desejar "do fundo do nosso coração", é isso, exatamente isso que atraímos para gente. Vejamos alguns exemplos: Na vida material, sabe aquele amigo que ganha todas as rifas do trabalho, colégio, curso, enfim, já virou "hors concours", pois não acredito em sorte, sequer em acaso, já parou para pensar que intimamente ou até mesmo inconscientemente esse amigo acredite nisso? Com o fato de ter ganho uma vez, sua autoconfiança tenha gerado essa certeza interna? Bem, um dos casos que aconteceu inúmeras vezes comigo, sempre gostei de trabalhar fora, com isso, desde que me entendo por gente ouço tais frases: "emprego está difícil!", "procuro  meses", "a filha da vizinha se formou e não consegue nada", mesmo assim, sempre tive a convicção interna que eu nunca demoraria para achar um emprego, e, muitas das vezes sem explicação eu saia para ver algumas vagas e houve inclusive um caso, nunca me esqueço disso,do dia que fui cer três e fui chamada para as três, depois de algum tempo descobri que eu era a responsável por isso, era o que eu queria intimamente e acreditava que por pior que estivesse a situação de empregos no país, eu sempre teria uma chance. E o dia que vc coloca um modesto jeans, e pelo simples fato de estar de bom humor e estar com um shampoo novo, sente-se bela, automaticamente o jeans modesto lhe cairá como um vestido de princesa, e na rua todos vão te olhar admirados, já notou?E se for ao contrário, se seu humor estiver ruim, você estiver se sentindo a ameba que saiu do casulo antes do tempo, não há grife que te fará sentir melhor, não é verdade? E aquela amiga coitada,que não dá sorte com um cara legal? E a outra que atraí os bacanas? Já notaram isso também? Por isso acredito que nos que atraímos aquilo que somos, não aquilo que queremos, ou pelo menos na maioria das vezes. Se vc acredita que está bela, a maioria das pessoas vai acreditar nisso, se crê que é uma pessoa que só atrai cafajeste, seu clube será interminável,se acredita que será uma eterna desempregada, vai gastar muita sola de sapato, acredito também que não tenha nada a ver com modéstia, uma coisa é simplicidade e modesta outra é não acreditar nas coisas boas que a vida oferece, pois somos como imãatraímos aquilo que somos, ou pelo menos acreditamos ser.




GRAVIDADE INEXATA
Hoje....eu apenas...queria....dançar, que a lei da gravidade deixasse de existir por alguns minutos, como nos sonhos, onde ora estamos voando, ora caindo, mas nunca tocamos o chão...
Hoje, apenas hoje, eu gostaria de dançar sem que meus pés tocassem o chão...hoje, apenas hoje gostaria de não ter o plié como grande amigo da dança, hoje apenas hoje gostaria de ser-lhe infiel com uma amiga inexistente...uma gravidade inexata!
J.Mendes




DIAS CINZAS
DIGA O QUE SENTE... 
ESPERE A COMPREENSÃO. NÃO VEIO? VAMOS AQUELE MUNDO...
O QUAL VOCÊ DIZ SER SÓ SEU. A MONTANHA É MUITO ALTA? EU NÃO ME IMPORTO. DEIXE-ME SUBIR COM VOCÊ! 
ESPERE, POR QUE VAI SUBI-LA? 
POR QUE NÃO RESPONDEU QUANDO PERGUNTEI?
E SE EU DISSER QUE MINHA IDEOLOGIA TE É COMPREENDER? 
SEU SORRISO ILUMINOU O DIA NUBLADO!
É POR ISSO QUE VOCÊ GOSTA DOS DIAS CINZAS? 
SERÃO UM PORTAL A ESSA MONTANHA TRISTE QUE VOCÊ ESCONDE DE MIM? 
OS DIAS ENSOLARADOS NÃO TE AGRADAM... O SOL TE FASCINA, PORÉM TE OFUSCA. NÃO SÓ PORQUE A LUA É TUA CÚMPLICE. ENTENDI: 
UMA ESTRELA. LINDA ESTRELA,
 “Linda” É UMA ESTRELA!
 QUANDO AMANHECER, 
QUERO UM DIA NUBLADO, 
QUERO O PORTAL, 
QUERO A MONTANHA, 
QUERO A LUA...
APENAS DEIXE-ME SER PARTE DE SUA EXISTÊNCIA, SEJA EM QUE MUNDO FOR... 
J. MENDES



NÃO TIRANDO O CHAPÉU
"Quando as coisas não saem como quero, até tiro o chapéu para a ausência de euforia, no entanto, não faço reverência a tristeza."
J.Mendes




SÓ PARA CONSTAR...
...PACIÊNCIA é algo difícil de ser conquistado para pessoas que como EU, nasceram desprovidas de SABER manter isso com facilidade. Devo ter por mim que a paciência é uma sensação, razão ou sentimento, não sei. Acredito que por ser difícil, é raro.
Já ouviram dizer que devemos poupar as coisas, principalmente, raras e difíceis? Então! POUPEM A PACIÊNCIA DOS OUTROS, isso me incluí! E com certeza a SUA também não será afetada.
J. Mendes



INCÓGNITAS ÍNTIMAS
Acordara e um leve pesar lhe acometera ao notar que fora mais rápida do que o sol... Oh, Jesus! Murmura de forma mais amedrontada do que cristã e segue em passos arrastados, sabe que voltar pra cama é angustiante e o sono parece não ser uma opção no momento. Ah! Mas o será! Voltará nas horas mais produtivas de um dia e como estará? Drogada, completamente drogada pelo sono. A noite, grande amiga, inspiradora e testemunha de seus trabalhos...  Agora, até esta amizade lhe é negada, ou ela ou medicação...
Pergunta-se: “De que me serve algo me faz dormir e me faz dormir”... Onde estarão as cores? “Deus permitindo, Acharei”.



HÁ...
Simplesmente não há...

Algo que apareça repentinamente e te faça rir...

Flores no jardim...

Um céu limpinho...

Sequer uma gaivota entre as nuvens.

Não há uma carta em sua caixa de correios...

Nem riso a sua volta.

Não há compreensão,

Não há o que dizer...

Sequer o que pensar!

Não há visão para tudo o que existe.

Mas há...

... A necessidade e dever em reaprender a ver o que existe...

Há...

... De ser feliz.

J. Mendes.



CORROSIVO
Poderia escrever tudo o que penso?
Ah, claro! Dizem os curiosos...
Que estranho! Os desinteressados...
Ora, do que me vale o que pensam?
Se o que penso a quem interessa?
O que sinto, já não é valido pra ninguém
somente a mim e este silêncio que corroí...
Corrói cada dia... Quase tudo que penso...
corrosivo... foram-se as lembranças, as tardes felizes as manhãs de riso...foram-se meus poucos vinténs e preces em prol dos que não sabem ouvir...
Corrói tantas coisas, que as vezes,
apenas as vezes, porém em angustiamento suficiente... Sinto que nunca existi...
Ora... Não há registros e provas suficientes...
Quem roubara inicio de vida de J.Mendes... ?
J.Mendes 



A QUE PONTO?
A que ponto existe um ponto de definição entre estar certo ou errado?
E a que ponto isso importa? Ao ponto de vista de "quem" somos julgados e por isso nos sentimos afetado?

Ah... incansáveis mentes! Rodeiam em volta de fatos marcados e mascarados...
A realidade pode ser traiçoeira mediante conceitos extremos.
J.Mendes.



QUEM ENSINOU?
O que me consola... Dos que aos dementes não se espera tamanha atitude, afinal são cercados de "perfeições e grandes razões"
Mas a questão quase quase lívida, porém... Perceptível... até mesmo aqueles que fingem não saber...

Ha quanto desses infelizes pedistes ajuda? Desacostumaste logo cedo a fazê-lo ao ver que seus umbigos lhes impediam de lhe ceder a audição...
porém, quantos destes não precisaram de ti?
Muitos sequer tem idade terrena para reterem na lembrança ou interesse tais dívidas...

Posso sentir, como diferente, sua existência... Sabemos, não como os outros...
Surpreende-me ainda sim que compartilhávamos os mesmos segredos, que sequer, sabíamos que compartilhávamos...
Protegendo pessoas que você me instruía serem merecedores de piedade... 

Sequer souberam quando juntas vimos o seu amor tentar ser roubado no seio de sua família e calaste....

odiada por uns, amada por outros, no entanto, sempre notada!

Muito orgulho sinto, indo em seu tempo... Ainda sim, calando a boca dos que sequer usam a língua em benefício de outros, enquanto você, até a pele de seu corpo deixou aos filhos de Deus que ficaram na Terra, e por uma decisão sua. Deus me perdoe pela minha tristeza e te abençoe pela alegria que seu corpo já cansado proporcionou a tantos em um dia em as pessoas comemoram o Amor... 

Gostaria de poder ficar com raiva... Brigar contigo por, em trinta e cinco anos não me dizer o lugar de seu paradeiro... Queria ficar sem falar com contigo de novo por fazer tanta gente feliz e ir embora!

Segredos comigo estão seguros, durma e descanse, agora sim, você está sendo bem cuidada, Deus está contigo. E eu também... É impressionante com algumas mentes se mantem ligadas mesmo quando a morte as separa por mundos... Do meu jeito, Amo você, e no fundo... Sempre adorei o seu jeito forte em meter medo em pessoas das quais riamos na horas de boêmia...

Guardemos as sessões da tarde e os filmes, os livros de histórias,  e a cartilha  com que ensinou , antes dos mestres, J.Mendes a escrever....
J.Mendes



RECICLAGEM
Lágrimas? Molhe nelas um pincel com tinta e ponha alegria em sua tristeza

Luto? Faça algo inusitado! Suba em um palco, dance com o coração, mesmo que não saiba dançar, ouça aplausos e críticas, e viva cada intensidade disso que te arranca do trevoso humor que te ameaça.

Desdém? Faça disto um degrau para você mesmo, cuide de si, se te desligar dos que não te valorizam, mas rápido e útil fluirá teu trabalho.

Nostalgia? Pegue algo que te leve a um bom lugar do passado!!! Evite os que tiram o sorriso do rosto sem que você o veja, mantendo olhos de quem morreu na existência presente.

Ingratidão? Não recebera ordens de fazer sem esperar?! Do que reclamas mesmo?!

Amor ao próximo?! Forma mais gostosa de ser feliz!
J.Mendes


5 comentários:

  1. Se eu não te conhecesse não acreditaria que foi vc que escreveu, aqui esta descrito um pouco de você, que sinceridade, uma pessoa verdadeira muito amorosa e que tem um intendimento perfeito sobre a vida e oque as pessoas são e o impressionante foi a criação dessa caixa preta, muito legal. Parabens eu adorei demais

    ResponderExcluir
  2. Um pouco cruel, o olhar crítico é fato, mas há beleza tambem. Bom texto. Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. As vezes é bom reconhecer que temos um pavio evita tensões futuras.
    Obrigada!.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Shirlei, olha, fico imensamente grata em saber que você apreciou e agraciada por ter lhe servido. Vou seguir seu conselho e os postarei. Um forte abraço e muito obrigado por visitar o Café Com Canela!

      Excluir